Jornal On-line do curso de Jornalismo da UFMA de Imperatriz

“Insuperável negativamente” diz presidente sobre empregos formais

Foto: captura da transmissão
Presidente Bolsonaro segura livro

Nesta quinta-feira (01), durante sua live semanal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) refletiu sobre os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) em relação aos governos anteriores. Ao comentar os números de 2020 em relação os anos de 2019, 2018, 2017, 2016 e 2015, o presidente afirmou que seu governo fez “um número insuperável negativamente falando”, atribuindo o fechamento de 1.144.875 de vagas formais às medidas adotadas por governadores e prefeitos no combate a pandemia. De acordo com Bolsonaro, que “não fechou boteco de ninguém”, os empregos foram mantidos por esforços do governo.

O presidente só não comentou o relatório da CAGED deste ano, que destacou a recuperação na criação de empregos formais, de todos os cinco setores econômicos: Serviços (+110.956 postos), Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (+60.480 postos), Indústria (+44.146 postos), Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e agricultura (+42.526 postos) e Construção (+22.611 postos), contabilizando a criação de 280.666 mil vagas formais.

 

You might also like