Nessa semana, o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), anunciou a contratação temporária de médicos para o cumprimento de prazos de processos que exigem perícia médica. A agência de Imperatriz atende mais catorze cidades da região tocantina e conta com apenas onze médicos no seu quadro efetivo. A medida deve beneficiar mais de duas mil pessoas que aguardam perícia médica.

 

A necessidade de mais médicos se deve principalmente aos efeitos de uma greve que se estende por dois meses, em que os funcionários, entre eles mais de 50% dos médicos, aderiram à paralisação por melhores salários. Como até agora a greve tem sido por tempo indeterminado, a contratação dos quatro profissionais será providencial para que as pessoas possam ter acesso aos benefícios.

 

A contratação dos quatro médicos que acontecerá após realização de concurso público, cujo edital foi lançado segunda-feira da semana passada, é uma determinação do Ministério Público Federal. As provas ocorrerão em 30 dias e, entre outros requisitos, o candidato deve ter experiência na área de medicina do trabalho por, no mínimo, quatro anos.

 

Notícia produzida como parte das atividades da  disciplina de Gêneros Jornalísticos.