Texto e fotos de Bruna Viveiros e Letícia Sekitani

 

Que a maior parte dos brasileiros não dispensa uma gelada, não é segredo para ninguém, afinal, a cerveja é a bebida mais consumida no Brasil. A novidade é o ramo das cervejas especiais, que nos últimos dez anos vêm conquistando o mercado cervejeiro. Segundo a Abracerva (Associação Brasileira de Microcervejarias), o consumo de cervejas especiais cresce de 20% a 30% ao ano e já movimenta cerca R$2 bilhões de reais anualmente. Em Imperatriz, o mercado iniciou há três anos, com o surgimento da Legião do Malte, loja especializada na venda e consumo de cervejas especiais.

O engenheiro civil, Paulo Victor Ferro, 23, é o proprietário da Legião há 7 meses. Ferro conta que após longos anos de estágio na engenharia e o elevado estresse ocasionado pelo trabalho, a solução foi tentar um ramo do qual possuísse afinidade e estivesse em crescimento.

Segundo Ferro, o ramo de cervejas especiais em Imperatriz acompanha o crescimento nacional e nem mesmo a crise intimida o mercado. “Depois de provar uma cerveja artesanal, dificilmente as pessoas retomam o interesse pelas fabricadas em larga escala. Então o público se fideliza e só amplia cada vez mais. É um mercado focado num consumidor que busca um produto diferenciado”, afirma o proprietário.

Cervejas especiais conquistam consumidores em Imperatriz

Cervejas especiais conquistam consumidores em Imperatriz

O preço da cerveja mais acessível é R$ 19,00. A unidade mais cara disponível na loja é de uma cerveja fabricada em monastérios na Holanda, que custa R$ 67,00 . Todavia, a unidade do rótulo pode chegar ao valor de R$ 200. “Essa questão de valor depende muito do sabor e exclusividade que a cerveja oferece. Apesar do crescimento, ainda estamos conquistando clientes. Conforme isto for acontecendo vou trazendo novos rótulos, inclusive os de preço mais elevado”, explica Paulo.

Consumidores – De acordo com pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), os consumidores de cerveja artesanal são, em sua maioria, homens de 20 a 40 anos, com ensino superior completo, ou em formação, de classe média a alta. Já as mulheres representam 31% do público, porcentagem que vem crescendo.

Para este público, em geral, a qualidade do produto é o principal motivo da compra. “Comecei a provar cervejas especiais há três anos por recomendação de amigos e a partir daí percebi como o que eu consumia não valia a pena. Descobri que a cerveja era muito mais que beber por sede ou simples vontade, mas que a cerveja é uma arte a ser apreciada. É uma ciência”, ressalta o cliente da Legião, Glaubert Abrahan.

Uma importante característica dos consumidores de cervejas especiais é o vínculo que a cerveja cria entre os apreciadores, o que fideliza a freguesia, impulsiona o negócio e, consequentemente, dá abertura para a conquista de novos adeptos. O ambiente da empresa também favorece isso: por ser pequeno e acolhedor, aproxima os visitantes, que acabam interagindo, trocando experiências, indicando cervejas diferentes e fortalecendo o círculo de amantes da cerveja.

Tendo uma clientela fixa, o microempresário reforça que a conquista do público é gradual. “As pessoas aos poucos passaram a entender a mercadoria e, consequentemente, consumi-la. Ensinamos o passo a passo”, conta Ferro.

Cervejas especiais, o que é isso? cerveha

Você sabe a diferença entre cervejas especiais e artesanais? Se não, preste atenção: as cerveja artesanais são especiais, mas especiais não são, necessariamente, artesanais. Cervejas especiais são aquelas que possuem um processo de fabricação diferenciado: além de não serem produzidas em quantidade massiva, há a personalização do sabor, cheiro, aparência e, inclusive, dos rótulos, o que demanda dedicação singular do cervejeiro e permite uma qualidade superior ao produto final. Entre as cervejas especiais, a mais conhecida popularmente é a fermentada a base de trigo. Apesar disto, existem outras formas de fermentação como a Larger (baixa fermentação), Ale (alta fermentação), Híbridas (fermentação espontânea), e outras.

Em Imperatriz é possível conhecer um pouco mais dessas cerveja na cervejaria Legião do Malte. No estabelecimento, cerca de 100 rótulos diferentes compõem a variedade de tipos disponíveis. Há cervejas de vários países: Bélgica, Holanda, Estados Unidos, Nova Zelândia, Rússia e Brasil. A Legião do Malte está localizada na Rua Piauí, 451. Centro. Imperatriz – MA. O horário de funcionamento é de terça à sexta-feira, das 17h às 22h; aos sábado, das 10h às 22h; e no domingo, das 10h às 18h.