A professora Ana Regina Rêgo e a repórter Patrícia Campos Mello marcam presença na mesa de abertura do XV SIMCOM

 Venilson Sousa Cordeiro

 

Na mesa de abertura do  XV SIMCOM,  a professora Ana Regina Rêgo (UFPI) e a  jornalista Patrícia Campos Mello da Folha de S. Paulo  palestraram sobre “O Jornalismo sob ataque: cultura digital e conflitos informacionais”. As palestrantes destacaram os desafios do jornalismo, ataques contra os profissionais da comunicação e relataram que as mulheres sofrem mais ameaças nas redes do que os homens.  Tanto a professora, quanto a repórter também pontuaram sobre a descredibilidade que o jornalismo vem sofrendo  no Brasil, destaca-se  que a disseminação  de Fake News ou a manipulação de notícias  nas redes  são  fatores  para que ocorra esse descrédito na imprensa profissional, tanto nas mídias tradicionais quanto nas mídias digitais. 

Ambas as convidadas falaram sobre as mulheres receberem mais ofensas e ameaças do  que seus colegas de trabalhos, homens, e como elas lhe dão com essas questões. Patrícia relatou que  algumas vezes esses ataques   virtuais podem  ir além das redes,   para ataques físicos,  também são expostas  ameaças contra as  famílias, a repórter fala que para sua segurança em tempos críticos estes casos  são  levados para a polícia.  Ademais, a   professora Ana Regina pontua que a desinformação tem um grande  potencial misógino e foca na descredibilidade principalmente de  mulheres que estão  em um cargo de poder ou concorrendo a um cargo público, ela  cita  Manuela d’ávila que concorreu a vice-presidência nas eleições de 2018 e   em 2020 teve  mais de meio milhão de Fake News sobre ela derrubada.

 

Serviço

Para mais informações podem se acessados o site do evento, perfil no Facebook ou Instagram:

Site: Simpósio de Comunicação da Região Tocantina – Jornalismo – UFMA Imperatriz

Facebook:  @SimposiodeComunicacao
Instagram: @Simposiocomunicacao

Leia Também