O primeiro duelo da final da Copa do Brasil, entre Internacional e Athletico-PR terminou com derrota de 1 a 0 para o Furacão, com um gol de Bruno Guimarães. Deixando o time com vantagem para o próximo jogo.

Mas o técnico Tiago Pontes diz não confiar nessa vantagem. “A vantagem não é determinante pra nada, mas é muito importante se no final do jogo ela nos favorecer, se a gente jogar pensando nela, vamos perder o jogo”. Pontes afirma que o time precisa estar forte mentalmente e fisicamente para conseguir superar o Internacional.

Jogando em casa na próxima partida, na quarta-feira, às 21h30, o técnico do Internacional Odair Hellmann promete que desempenho do Colorado será melhor. “Internacional é forte no Beira Rio”, disse.

Para levar a taça, Inter precisa ganhar o jogo por pelo menos dois gols, enquanto o Athletico pode até empatar e ainda será o campeão da Copa do Brasil.