O Deputado do partido Democrata (DEM-RJ) Sóstenes Cavalcante pediu para o youtuber Felipe Neto “sair do armário”, durante uma sessão na Câmara, realizada nesta terça-feira (10). O parlamentar comentou a distribuição de livros com conteúdo LGBT distribuídos por Neto durante a Bienal do Livro e alegou que o youtube tenha problemas com sua sexualidade e por isso quer fazer média com o publico gay. No twitter o assuntos está entre os mais comentados. Confira algumas publicações:

https://twitter.com/DepSostenes/status/1171830291951947778?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Eembeddedtimeline%7Ctwterm%5Eprofile%3ADepSostenes%7Ctwgr%5E363937393b636f6e74726f6c%7Ctwcon%5Etimelinechrome&ref_url=https%3A%2F%2Fimperatriznoticias.ufma.br%2Fwp-admin%2Fpost-new.php

Com 40,8 seguidores, até o momento, o parlamentar obteve 51 curtidas em sua publicação, assim como 12 retweets que apoiaram seu comportamento. No instagram, o mesmo vídeo teve maior engajamento e comentários denegrindo o youtuber:

https://www.instagram.com/tv/B2R0adFlC90/?utm_source=ig_embed

Felipe Neto por sua vez rebateu as críticas do deputado no twitter. Para o youtuber ser gay não é nenhuma ofensa:

https://twitter.com/felipeneto/status/1171590781766897667

Enquanto a publicação no twitter do deputado apenas uma pessoa mostrou apoio, no de Neto centenas de pessoas mostraram apoio e criticaram os ideais de Sóstenes. Entre os retweets mais  relevantes contrários a conduta do parlamentar está o da deputada federal do Rio de Janeiro pelo PSOL, Fernanda Melchionna:

https://twitter.com/fernandapsol/status/1171570226070282240