Programa Trainee 2021 contribui para a formação profissional de estudantes de jornalismo

Imagem: Diretoria de Comunicação Imprensatriz

Repórter: Deglan Alves Lima

 

A Empresa Júnior de Jornalismo da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Imprensatriz, começou nessa terça-terça (6), seu programa de trainee 2021. O projeto consiste em passar um treinamento de três meses para os acadêmicos do curso de jornalismo, com o objetivo de dá oportunidade aos alunos do curso, capacitando-os para o mercado de trabalho, e ao final desse período os estudantes que tiverem melhor desempenho irão exercer alguns dos cargos das diretorias da Empresa.

A Imprensatriz busca dar um espaço de aprendizado e incentivo ao empreendedorismo para aos estudantes de jornalismo da UFMA, campus Imperatriz, além disto é uma instituição sem fins lucrativos, na qual é gerenciada de maneira autônoma pelos próprios acadêmicos do curso com auxílio da professora coordenadora Luciana Reino.

Carla Guerrero, presidente, ressalta sobre a importância do processo: “Para aqueles que querem se desenvolver profissionalmente para o mercado de trabalho, passar por um processo de trainee é importante, porque será a experiência mais próxima que eles vão ter da prática, no mercado de trabalho eles vão precisar ter desenvoltura. No processo seletivo eles precisarão ter aptidões, apresentar suas qualificações e mostrar os seus destaques. Eu acredito que o programa Trainee traz o melhor desses profissionais e faz com que essas pessoas se desenvolvam, e consigam a partir daí ser os melhores profissionais e ter uma uma formação mais completa na universidade” 

Participar de uma Empresa Júnior contribui para a formação acadêmica a partir do momento em que colocam em prática aquilo que aprende na sala de aula, como por exemplo, conseguir se encontrar profissionalmente e assim descobrir qual área tem mais aptidão, desenvolvendo seu pensamento empreendedor, trabalhar em um ambiente cercado por acadêmicos e também o seu desenvolvimento profissional, e é guiado por pessoas que também já evoluíram dentro da própria Empresa Júnior e isso faz com que os alunos  desenvolvam um bom trabalho em equipe.

Ketcia Freitas, aluna do primeiro período de Jornalismo, conta um pouco da sua experiência como Trainee, “está sendo empolgante. Apesar de ter começado há pouco tempo, a forma como os veteranos estão conduzindo gera conforto pra quem está iniciando na empresa e, simultaneamente, dá ansiedade pra aprender mais”. Em geral, a Empresa Júnior é essencial para contribuir com o desenvolvimento profissional e com a formação para que os acadêmicos se tornem futuros profissionais mais preparados e qualificados na área da comunicação. 

Leia Também