No Brasil, o voto é facultativo aos eleitores maiores de 70 anos.

Caiu o número de eleitores entre 70 e 79 anos de idade que podem votar nas eleições de 2018 em Imperatriz. Em julho de 2014, os eleitores dessa faixa etária representavam 4,62%  do colégio eleitoral imperatrizense ou 7.594 votantes. Em julho de 2018, esse número diminuiu para 3,93% ou 6.391 eleitores.

Os números são do último levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em comparação com o mesmo período de 2014. O tribunal quantifica mensalmente dados estatísticos sobre o eleitorado brasileiro, como sexo/faixa etária e quantitativo do eleitorado. O TSE tem ação conjunta com os tribunais regionais eleitorais (TRE’s), que são os responsáveis diretos pela administração do processo eleitoral nos estados e nos municípios.

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) não informa o motivo da queda do eleitorado, no entanto pesquisas apontam pessimismo e indecisão de boa parte dos eleitores no que se refere as próximas eleições. Segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), feita pelo Ibope e realizada em agosto, 31% dos eleitores pretendem votar branco ou nulo. Além disso, o mesmo levantamento constatou que a corrupção (30%) e a falta de confiança no governo e nos candidatos (19%) são as duas principais razões para o pessimismo do eleitorado.

Número de eleitores entre 70 e 79 anos caiu de 7.594 para 6.391 em Imperatriz

No Brasil, a Constituição Federal determina que o voto é facultativo aos eleitores analfabetos, entre 16 e 17 anos e aqueles maiores de 70 anos. Nesse caso, os cidadãos não precisam se registrar e mesmo que isso ocorra seu voto não se torna obrigatório.

Em Imperatriz, cerca de 163 mil pessoas irão votar para os cargos de Presidente da República, Governador, Deputado Federal, Deputado Estadual e Senador. O primeiro turno será no dia 07 de outubro e o segundo, caso haja, deve ocorrer no dia 28 do mesmo mês.

Os idosos acima de 70 anos que quiserem votar e tiverem título cadastrado na Justiça Eleitoral devem ir até a sua seção eleitoral e votar normalmente. Caso não tenha, é preciso ir até o cartório de sua cidade e solicitar o cadastro de seu título eleitoral.