Fonte: PROCON/MA

 

Foi divulgado no mês de março pelo Procon/MA o ranking das 10 empresas mais reclamadas no ano de 2018. A Faculdade Pitágoras, ocupa o primeiro lugar sendo novidade no ranking com 209 reclamações, desbancando a Cemar que em 2017 liderava com 240 reclamações e atualmente esta em terceiro com 134.

Além dos números de reclamações das 10 empresas, foram disponibilizados os números de reclamações atendidas no ano de 2018. De acordo com o Ranking, a empresa que mais deram suporte e ofereceram respostas aos seus consumidores foram a OI que atendeu 88,8% das reclamações que recebeu, OI móvel também está em uma das que mais atendeu suas reclamações com 81,8%. Banco do Brasil que ocupa o segundo lugar no ranking com 170 reclamações atendeu somente 18,8% delas, enquanto a Faculdade Pitágoras que recebeu o maior número de reclamações atendeu somente 21,5%.

A presidente do Procon/MA afirma que as informações disponibilizadas no ranking como a quantidade de reclamações e o índice de respostas esclarece para o consumidor quais empresas procuram melhorar os serviços prestados e quais continuam com os erros. “Nossa equipe trabalha incansavelmente para que os indicadores de solução de conflitos sejam cada vez melhores, harmonizando, assim, as relações de consumo por meio da garantia do direito do consumidor. Ainda há muito a avançar, por isso, continuaremos atuando com ações preventivas, de orientação e fiscalização”, alega a presidente.

O Universitário Kesio Siriano da Silva (27), é umas das pessoas que recorreram ao Procon/MA para reclamar de problemas com a Faculdade Pitágoras por conta de juros cobrados por uma parcela de uma das matérias que precisa concluir, ao contratar um contador percebeu que a divida que hoje chega a 13 mil é indevida, e atualmente foi impedido de realizar a rematrícula e não percebe interesse por parte da reclamada em resolver a situação. “Não consegui fazer minha rematrícula, foi ofertado um parcelamento com entrada de cinco mil reais. Após varias tentativas de resolver com a própria Faculdade percebi o descaso, total falta de responsabilidade, então abri a reclamação no Procon, espero que a situação seja esclarecida e resolvida”, relata o Universitário.

 

http://www.procon.ma.gov.br/proconma-divulga-ranking-das-empresas-mais-reclamadas-em-2018/

http://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/noticias/procon-ma-divulga-empresas-mais-reclamadas-em-2017