Texto e fotos de Gislei Moura

 

No centro de Imperatriz há cerca de dez pontos com sinalização vertical e horizontal ausente ou em condições precárias. Somente na Rua Ceará foram identificados três cruzamentos com sinalização inexistente ou em mal estado, a exemplo da esquina com a Rua Urbano Santos, que não possui placa de pare ou pintura no chão. Ou, ainda, o entroncamento com a Rua Bom Futuro, no qual a placa que devia indicar a preferencial está caída na calçada, próximo a um portão. Outro local é a Rua Coriolano Milhomem, na qual existem placas caídas no chão ou com o símbolo apagado.

De acordo com a Lei 9.503, que regulamenta o Código de Trânsito Brasileiro, cabe aos municípios sinalizar corretamente as vias da cidade. Segundo o diretor executivo da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Setran), Ráder Leão, um engenheiro de trânsito foi contratado para fazer o estudo e planejamento das ações de revitalização da sinalização de vias, começando pelo centro da cidade. “Eles [equipe de engenharia] têm todo o planejamento diário para estar substituindo a sinalização. Começamos pela área central toda, tanto a pintura da Dorgival [Pinheiro], Getúlio Vargas, Bernardo Sayão e afins. Tem todo um cronograma de substituição total”, afirmou.

Sinalização caída na esquina é perigo no trânsito

Leão disse ainda que em casos emergenciais, basta que o cidadão entre em contato com os canais de comunicação da Setran. “A gente tem uma central de operações 24 horas funcionando, tanto para questão de sinalização e também acidentes de trânsito, para fazer o levantamento pericial. Então, o que pedimos é que os cidadãos comuniquem, que aí a gente vai mandar uma equipe para fazer o levantamento e a substituição”, disse. O diretor informou que a comunicação é online, sendo feita por meio de mensagens no Whatsapp e Facebook, de modo que as solicitações sejam atendidas em até 24 horas, a depender da gravidade e ordem de pedido.

Entretanto, não é essa a realidade dos moradores do bairro Bacuri, que presenciam com frequência acidentes de trânsito no encontro das Ruas Pará e Tupinambá. De acordo com o auxiliar de serviços gerais, Isaías Nascimento, 26 anos, a maior dificuldade é o descaso da Prefeitura. Ele fez três reclamações à Setran no mês de abril, sendo uma via Whatsapp e as outras duas na página da Secretaria no Facebook, todas sem a devida solução para o problema.

“A única resposta da Secretaria de Trânsito é que uma equipe do departamento de engenharia vai ao local pôr a sinalização e nada disso até agora apareceu. Isso está assim desde o ano passado, causando vários acidentes”, relatou Nascimento. O local é de grande circulação de veículos e fica próximo a uma escola infantil, expondo diariamente os alunos aos perigos da falta de sinalização.

Para Leão, uma das razões que dificultam o perfeito funcionamento das ações da Setran é o número reduzido de pessoas na equipe. “Na sinalização, se não me engano, temos umas 10 pessoas trabalhando diuturnamente. No mínimo teríamos que dobrar a equipe”, explicou. Ainda assim, o diretor executivo espera que até o final da gestão atual seja feita a regularização da sinalização na maior parte das vias de trânsito de Imperatriz. Entretanto, não há uma data definida para a conclusão dos serviços de revitalização em toda a cidade, posto que o cronograma é feito semanalmente e obras maiores dependem da demanda e determinação da Secretaria.

 

Como entrar em contato com a Setran

A Setran tem trabalhado com sistema online para estar mais próxima do cidadão. O serviço de atendimento que estava em teste desde o começo do ano, passou a funcionar oficialmente em 23 de março, conforme anunciado na página da Secretaria. Qualquer pessoa que precisar, pode entrar em contato por meio dos seguintes serviços:

Disk Trânsito (Whatsapp): (99) 99198-6082, serviço de mensagens para fiscalização de trânsito, falhas em semáforos, interdição de vias, estacionamento irregular, acidentes, reclamações e sugestões, que funciona 24 horas por dia.

Página do Facebook:  Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte – Setran (@setranitz), basta inserir o nome da Secretaria no campo de pesquisa da rede social e curtir a página para ter acesso a informações e fazer denúncias, reclamações e elogios.