Jornal On-line do curso de Jornalismo da UFMA de Imperatriz

Aumentam tentativas de golpes virtuais na pandemia

Criminosos se passam por grandes empresas para contatar as vítimas. Foto: Anniely Pereira (arquivo pessoal).

 

Lucas Medeiros

A conectividade das pessoas em seus aparelhos celulares aumentou com a pandemia. Além disso, com o maior período de tempo em casa, os contatos realizados por telefone entre empresas facilitaram as tentativas de golpes virtuais. Golpistas se passam por corporações para tentar conseguir os dados pessoais e cometerem crimes pelas redes.

A tentativa mais frequente se dá por meio do envio de links para acesso por e-mail ou mensagem de texto. A artimanha é se passar por organizações. Um exemplo dessas tentativas de golpes aconteceu com a estudante de Psicologia, Anniely Pereira, 24. Ela recebeu um aviso em mensagem de texto com o próprio nome solicitando que entrasse em contato com uma instituição financeira.

“Eu entrei no link da Caixa Econômica, porque já tinha meu nome completo, então achei que fosse verdade. Quando fui direcionada, eu percebi algo estranho, estava escrito calxa ao invés de Caixa.”

A modalidade de tentativas de golpes financeiros são os que tiveram mais aumento como mostra o levantamento feito pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). O aumento em 2020 foi de 80% no país em relação ao mesmo período do ano anterior. As estatísticas podem ser superiores a essa, uma vez que muitas vítimas não registram ocorrência do ataque virtual.

De acordo com o analista de sistemas, André Menezes, as pessoas devem sempre verificar o remetente do envio da notificação seja por e-mail ou mensagem de texto, pois as mensagens falsas costumam usar endereços semelhantes aos das empresas verdadeiras. Orienta que sempre sejam verificados os links antes de acessá-los e nunca confirme envio de informações pessoais se estiver em dúvida quanto à legitimidade da informação.

O Departamento de Combate aos Crimes Tecnológicos (DCCT) da Polícia Civil do Maranhão é o responsável por atuar nesses casos. A orientação da Polícia Civil é que sempre que alguém sentir que tenha sido lesado, enganado ou sofrido uma tentativa de golpe, procure uma delegacia e registre um boletim de ocorrência.

 

:: Texto produzido para a disciplina de Redação Jornalística, semestre 2020.2, sob orientação da profa. Yara Medeiros.

You might also like