Projeto Social tem como objetivo conscientizar a população e ajudar pessoas que possuem algum tipo de doença psicológica

Ação no CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola). Créditos: Divulgação.

Neste mês, serão realizados mais de 40 ações em instituições em toda a cidade e nos dias 27 e 28 acontecerá o evento O Ano Inteiro – I Encontro em Prol da Saúde Mental, um encontro sobre a valorização da vida com mesas temáticas e palestras oferecidas por profissionais e a presença do Coordernador Nacional de Expansão do CVV (Centro de Valorização a Vida) João Régis da Silva.

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. De acordo com a Assessoria de Comunicação, o Projeto Eu Estou Aqui nasceu em abril de 2018 com o propósito de ajudar e promover debates sobre saúde mental, algo pouco discutido na cidade, até então. Eles realizam ações em empresas, universidades e escolas e possuem uma equipe com profissionais na área da psicologia e estudantes de medicina, direito, jornalismo, entre outros.

Como Surgiu

 A atual presidente do projeto, Mariana Cardoso, criou um perfil no instagram para falar sobre a depressão que ela enfrenta. A partir daí, Mariana notou que poderia alcançar mais pessoas que passavam pela mesma situação e começou a chamar voluntários com o intuito de organizar um projeto social para ajudar quem sofria de problemas psicológicos por meio das redes sociais. Atualmente, a Ong possui um total de 70 voluntários divididos em três equipes, sendo elas: a Assessoria de Comunicação, a Equipe de Apoio e a Equipe de Palestras.

No Brasil, o Setembro Amarelo foi criado em 2015 pela CVV (Centro de Valorização a Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria) com o objetivo de trazer mais visibilidade para o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio (10 de setembro) através da cor amarela.