Crianças e gestantes são prioridade na campanha de vacinação. Foto: Freepik (http://www.freepik.com).

O Ministério da Saúde lançou nesta quarta-feira a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe). 2.036.900 de doses de vacina foram enviadas ao Maranhão, que tem como público-alvo 1.861.985 de pessoas. A campanha pretende vacinar ao todo 58,6 milhões de pessoas, do dia 10 de abril a 31 de maio, e destinou aos estados 63,7 milhões de doses da vacina. Até 23 de março, foram registrados 255 casos de influenza no Brasil. Destes, 55 vieram a óbito. O subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. Nenhum caso foi registrado no Maranhão.

O Ministério da Saúde tem como meta a vacinação de pelo menos 90% dos grupos prioritários, crianças e gestantes,  que ficaram abaixo da meta no ano de 2018, com respectivos 80,8% e 77,8% de cobertura. Eles serão prioridade para receber a vacina até o dia 18 de abril.

A faixa-etária do público alvo infantil foi ampliada neste ano, indo de 5 anos para menos de 6 anos de idade. Crianças e gestantes ainda poderão atualizar as demais vacinas necessárias conforme a Caderneta de Vacinação.

Segunda etapa

No dia 22 de abril, a vacinação irá se estender aos demais públicos-alvo da campanha. Trabalhadores de saúde; povos indígenas; mulheres de até 45 anos após o parto; idosos; professores, pessoas com doenças crônicas e outras categorias de risco clínico. Também inclui aqueles privados de liberdade, inclusive adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa e funcionários do sistema prisional. O dia D de mobilização será quatro de maio, em postos de todo o Brasil.

A vacina produzida para 2019 mudou em duas das três cepas que a compõem, e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no Hemisfério Sul durante o último ano, conforme a determinação da Organização Mundial da Saúde: A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09; A/Switzerland/8060/2017 (H3N2); B/Colorado/06/2017 (linhagem B/Victoria/2/87).

Os dados são do Ministério da Saúde.