O youtuber Felipe Neto publicou um vídeo nesta última quinta, 12, desmentindo quatro fake news proferidas sobre ele.

O deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) foi o responsável por iniciar os ataques virtuais contra o youtuber, alegando que ele contrariava as convicções morais da família brasileira após comprar e distribuir 14 mil exemplares de livros de temática LGBTQ+ na Bienal do Livro no Rio de Janeiro.

Felipe Neto desmentiu todas as notícias falsas e revela que processou o deputado por difamação.

O deputado e o youtuber ainda trocam farpas no Twitter.

Felipe Neto expõe mais alegações acusatórias do deputado contra ele:

Carlos Jordy criou a hashtag #PaisContraFelipeNeto

Usuários usam a hashtag contra Felipe Neto para expor seu descontentamento com a situação

Após a repercussão, seguidores do influenciador digital criaram a hashtag #PaisComFelipeNeto, onde defendem o posicionamento do youtuber: