População reclama da falta de banheiro público no calçadão

Débora Maia

A falta de banheiros públicos no centro comercial de Imperatriz tem afetado os trabalhadores e também os consumidores que frequentam a região do calçadão. Com poucas opções disponíveis, as pessoas são obrigadas a se dirigir até as lojas para realizar as suas necessidades fisiológicas. “Quando eu preciso usar o banheiro, sempre vou no Armazém Paraíba, eles deixam eu usar. Mas nem toda loja é assim, tem algumas que o pessoal acha ruim”, conta Francisca Bezerra, 61 anos, autônoma.

Os trabalhadores informais também são impactados por essa situação. Durante a jornada de trabalho, muitos não disponibilizam tempo suficiente para se deslocarem até o banheiro da loja mais próxima. “Aqui não tem bebedouro, não tem sanitário, acho que a Prefeitura deveria tomar providências em relação a isso”, afirma Francisca Bezerra. Nesse sentido, a falta de instalações sanitárias adequadas prejudica a produtividade e o conforto desses profissionais, podendo afetar sua saúde e bem-estar.

Além da falta de banheiros públicos afetar os trabalhadores do local, este problema é um agravante também para os consumidores. “É muito ruim vir fazer compras e não ter um banheiro disponível pra gente, Às vezes a gente tá em uma loja que não tem banheiro e precisa caminhar até outra pra poder fazer as necessidades”, conta Célia Santos, 43 anos, cabeleireira.

Diversas pessoas que vão ao centro comercial para fazer compras têm dificuldades para encontrar um local em que possa aliviar suas necessidades. Isso gera desconforto, o que pode prejudicar a experiência de compra no centro calçadão de Imperatriz.

Entramos em contato com a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos do Município, mas até o fechamento da matéria não obtivemos respostas.

Leia também