Embarcação saiu do Brasil em direção à Europa, com cinco brasileiros a bordo.

Por: Jessica Santos

Nesta quinta-feira, 18, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) durante uma live em suas redes sociais que são realizadas semanalmente, colocou em pauta a apreensão de um veleiro no domingo, 14, de 2,2 toneladas de cocaína, pela Marinha, juntamente com a Polícia Federal. A embarcação estava a 270km da costa de Pernambuco. Essa é até agora a maior apreensão de cocaína de 2021.

Cinco tripulantes foram presos em flagrante, e encaminhados à Polícia Federal de Recife, na qual serão investigados por tráfico internacional de drogas.

Deboche

Durante a transmissão ao vivo, Bolsonaro relatou o descontentamento com um comentário de um internauta chamado Carlos Eduardo, onde afirma que os integrantes do tráfico só foram presos porque não pagaram propina à polícia.

Coronel Marcos Guerson, ministro Tarcísio Freitas, presidente Jair Bolsonaro e a intérprete Elizângela apresentando as pautas da semana – Foto: Divulgação

“É um trabalho de deboche em cima da Polícia Federal, em cima do pessoal da Marinha do Brasil, enviei a denúncia de Carlos para a PF, e eles entrarão em contato para esclarecer essa denúncia, o Carlos Eduardo vai ter que se explicar!”, afirmou Bolsonaro.

Outro questionamento apresentado pelo líder do executivo brasileiro foi a dúvida de algumas pessoas sobre o destino final das drogas apreendidas.

“Já falei com o Ministro da Justiça André Mendonça, que na próxima incineração de drogas que houver no Brasil, nós vamos fazer um trabalho de filmagem e pesagem, pra mostrar que essas drogas são incineradas”, disse o presidente.