Por Paulo Maciel, Pedro Henrique, Felipe Sousa

Manoel Garimpeiro é candidato à prefeitura de Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão, pelo Partido da Mulher Brasileira (PMB). Está há 30 anos na política, sendo a primeira vez concorrendo á um cargo do poder executivo municipal. Anteriormente, concorreu ao cargo de vereador por três vezes. Têm 73 anos, é divorciado, pai de quatro filhos, trabalhou por anos nos garimpos da Serra Pelada e atualmente atua no ramo do comércio.

Manoel Nunes Almeida nasceu no ano de 1947, na cidade de Batalha, no estado do Piauí. Filho de pais de origem humilde, trabalhou durante sua infância e adolescência na roça, em outra cidade piauiense, Esperantina, junto com seus nove irmãos. Ainda na adolescência, Manoel Garimpeiro decidiu mudar de cidade e ir em busca de uma vida melhor. Pensando no bem estar de sua mãe, não queria ir embora e deixá-la sem amparo, foi quando decidiu montar um pequeno restaurante para sua mãe ter uma renda fixa. Saindo de Esperantina, Manoel Garimpeiro saiu em direção a três destinos, Santarém-PA, Manaus-AM e Imperatriz-MA. Resolveu se fixar na última cidade.

Chegou em Imperatriz no ano de 1975. Inicialmente, morou com parentes, logo depois começou a trabalhar como comerciante varejista e atacadista. Segundo Manoel, decidiu morar em Imperatriz porque enxergou progresso e uma chance de crescimento futuro. A origem do seu nome, tal qual como ficou conhecido de garimpeiro, foi dado pelos seus amigos de Imperatriz, devido ter trabalhado com garimpo no período de 1980 a 1988 na Serra Pelada. Segundo Manoel, nunca chegou a achar ouro. Depois de um tempo já morando em Imperatriz, Manoel se viu muito descontente com os gestores da cidade que, segundo ele, entravam e saiam em cada eleição e nada mudava. Foi ai então, que decidiu entrar na política para tentar mudar a realidade de Imperatriz.

Trajetória política

Ingressou na política inicialmente como simpatizante, sendo apoiador de nomes como o ex-deputado federal e ex-prefeito de Imperatriz Davi Alves Silva e o ex-senador e também prefeito de Imperatriz, José de Ribamar Fiquene, entre outros nomes que marcaram a entrada do ex-garimpeiro na vida política. Manoel Garimpeiro decidiu se candidatar pela primeira vez no ano de 2004 para vereador, pelo partido PMN (Partido da Mobilização Nacional) e não foi eleito. Na segunda vez, em 2012, se candidatou novamente para vereador pelo partido PSC (Partido Social Cristão) e ficou como suplente. No ano de 2016, novamente se candidatou para vereador pelo partido PMDB (Movimento Democrático Brasileiro) e ficou como suplente. Durante esse período em que fazia suas campanhas para vereador, Manoel percebeu que para ser eleito como vereador, segundo ele, teria que ter dinheiro para comprar votos, que foi assim que ele viu que funcionava as campanhas dos candidatos que tinham maior poder aquisitivo. Diante da insatisfação dessa realidade, segundo Manoel, decidiu se candidatar a prefeito porque viu que o cargo era escolhido pelo povo e que o sistema de compra de votos que ele viu nas campanhas de vereadores, não tinha tanta força na eleição para prefeito.

Candidatura

Manoel Garimpeiro é candidato a Prefeitura de Imperatriz pelo partido PMB (Partido da Mulher Brasileira). Sua vice-prefeita é a professora Norma Suely Bezerra, que o conheceu quando trabalhava na área de recursos humanos. Á época, Manoel era secretário de governo, ambos na prefeitura de Imperatriz, no ano de 2018. Foi nesse período que se tornaram amigos e quando surgiu o convite de Manoel Garimpeiro para Norma ser sua vice-prefeita nas eleições de 2020. Segundo Norma, aceitou o convite porque viu em Manoel um homem guerreiro, batalhador, sonhador e muito corajoso, pois, Manoel estava sozinho à frente do sem parcerias, apoio de grandes nomes no meio político e nenhuma coligação, mas, com uma vontade de mudar a realidade da cidade.

Ao todo, o plano de governo de Manoel Garimpeiro é dividido em doze itens: Educação, Saúde, Controle e Modernização da Gestão Pública, Assistência Social, Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Desenvolvimento Urbano e Ambiental, Esportes e Lazer, Cultura, Juventude, Criança e Adolescente, Política de Mulheres e Transparência do dinheiro público Em entrevista ao site imperatriznoticias.ufma, do Curso de Jornalismo da UFMA Imperatriz, o candidato diz que, se eleito, governará junto com os vereadores com uma relação voltada ao trabalho, sem comprometer as necessidades da população.

Com relação à Educação Municipal, Manoel diz que pretende melhorar as escolas e dialogar mais intensamente com os professores. Já seus planos para a cultura local envolvem fomentar financeiramente um sistema municipal que pretende criar por meio de um Plano Municipal de Cultura. Propõe aproveitar os espaços que já estão disponíveis com eventos que descubram novos talentos e ajude a exportar o nome da cidade por todo o país.

Segundo o assessor de campanha de Manoel Garimpeiro, Wanderson Souza, a recepção por parte dos eleitores está bastante positiva. “Os eleitores chamam Manoel para sentar, conversar sobre os problemas dos bairros e os seus anseios“, diz Wanderson. Por conta disso, o assessor acredita que a simplicidade, humildade e a sua política do olho no olho, estão cativando os eleitores, são posturas que fazem com as pessoas se aproximem para ouvir ideias e propostas.

Foto: reprodução

*Atividade da disciplina Técnicas de Reportagem, do Curso de Jornalismo da UFMA Imperatriz (2020.1).