As expectativas para as vendas deste ano é de pelo menos chegar nos mesmos índices de 2018.

Apesar da reforma do calçadão, que se encontra com espaço reduzido de locomoção, espera-se que 87% dos imperatrizenses comprem algum presente para o Dia das Mães, é o que aponta a Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII). Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a data é a segunda melhor do ano em termos de faturamento, perde somente para a comemoração do Natal. Um levantamento feito em todas as capitais do Brasil pela CNDL e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) mostra que 78% dos consumidores devem realizar pelo menos uma compra nesse período.

Para o presidente da Associação dos Lojistas do Calçadão, Jardson Lima de Lucena, as expectativas para as vendas deste ano é pelo menos chegar nos mesmos índices referentes ao ano passado, para ele, o que impede do setor varejista crescer no número de vendas este ano é o setor de eletrônicos “Eles estão com uma expectativa bem maior. Hoje, eles possuem um nicho de consumidores grande, e o público acaba indo para esse segmento dos eletrônicos, assim eles esperam vender até 10% a mais que ano passado”, explica.

Além disso, o presidente da associação menciona outro fator que talvez comprometa um pouco as vendas no domingo, é que no momento o calçadão está passando por reformas em sua estrutura, e isso acaba dificultando o fluxo de pessoas nas lojas, “Eu acredito que isso vá impactar em função do movimento, porque antes o calçadão era todo aberto, as pessoas podiam circular à vontade, hoje a gente só está com um pequeno espaço para as pessoas caminharem e o volume de consumidores no dia das mães é muito grande”.

Para ele, as expectativas são boas mesmo com esses fatores preocupantes Embora a obra prejudique um pouco o movimento, ao mesmo tempo favorece também, porque quem tiver passando por aqui vai entrar nas lojas e a gente vai acabar conquistando esse cliente”.

A vendedora Mari Almeida, que trabalha em uma loja de departamento no calçadão diz que o estabelecimento se mantém com bastante expectativa, “As expectativas de vendas são boas, já começamos a vender muito, principalmente bolsas, sandálias, que são os que mais vende no dia das mães”.

Segundo a vendedora, nessa data a loja fica lotada de clientes “ No Domingo das mães vem sempre mais gente, as pessoas deixam para comprar em cima da hora então a loja sempre fica cheia”.

Felipe Carvalho, vendedor em uma loja de eletrodomésticos afirma que o dia doze de maio é a data mais esperada do ano para eles, e que as vendas neste mês alavancam “Vendemos muita televisão, celular, portáteis, liquidificador, colocamos várias promoções, vendemos bastante, ninguém pega férias em maio justamente por ser um mês com muita expectativa de venda”.