Por: Janaína Oliveira

Oito entre dez profissionais de coloração em Imperatriz apontam que as clientes procuram o ruivo da atriz Marina Ruy Barbosa quando decidem pintar os cabelos de tons avermelhados. Nove entre dez vendedoras confirmam a busca pelo o tom. Segundo as cabeleireiras, a procura pelo ruivo acobreado aumentou depois do casamento de Marina, tornando 2018 o ano de maior demanda para esse ruivo na cidade. No entanto, o mercado imperatrizense ainda não está preparado para esse crescimento, como apontam sete vendedoras.

Dez cabeleireiros foram entrevistados pela equipe do Imperatriz Notícias sobre a demanda do ruivo na cidade e a resposta foi unânime: o ruivo nunca foi tão procurado quanto no último ano. Sobre as inspirações para a coloração, sete apontaram Marina Ruy Barbosa como a principal influenciadora. “Apesar de o ruivo da Marina ser natural, muitas perguntam como chegar naquele tom de ruivo acobreado, quase sempre com fotos do instagram dela, principalmente as do casamento. Acho que aquele cabelo cobre no vestido branco fez muito sucesso”, contou Maria Lúcia, cabeleireira há mais de dez anos. Apenas uma das profissionais entrevistadas revela que as inspirações vêm de diferentes blogueiras.

Entre as vendedoras, nove responderam que no último ano o ruivo veio com força na cidade e que a motivação é o cabelo da atriz. Sete vendedoras apontaram que ainda falta investimento no mercado de cabelos para este tom de ruivo e que algumas marcas ainda não chegam na cidade. “ Nós temos cerca de dez marcas aqui na loja e apenas três delas tem uma linha para cabelos ruivos. Falta investimento nos produtos para esse tom. Algumas marcas investem mais, mas nem todas você encontra distribuição para Imperatriz”, afirmou Juliane Alves, vendedora há quase três anos.

Já as ruivas que se inspiraram em Marina contam que a cor ajudou a melhorar a autoestima: “Amo a Marina e quis me inspirar, sempre achei ela linda. Depois até minha autoestima subiu, hoje eu me sinto poderosa e não troco meu ruivo-Marina por nada”, relatou a estudante Maria Michelly de 21 anos.

A deficiência do mercado para o ruivo foi confirmada pelas mulheres que precisam cuidar do cabelo em casa “Nós encontramos alguns tonalizantes e máscaras, mas o cabelo ruivo precisa de cuidados específicos, principalmente o acobreado. Boa parte dos produtos nós precisamos ir atrás na internet e o frete é caro”, desabafou a estudante Kaline Sousa de 21 anos.

A promotora de vendas Raíssa Sousa, de 32 anos, especialista em cabelo ruivo prevê um crescimento ainda maior para o ano de 2019. Segundo ela, muita gente tinha medo de se arriscar nas escalas de vermelho, mas depois do sucesso as mulheres estão vendo que o ruivo não é coisa de outro mundo. “Antes as mulheres tinham medo de ousar na cor. Agora que elas estão vendo que é lindo e que basta você se sentir bem pra fazer algo, elas vão procurar mais. Imperatriz mesmo já é fácil encontrar várias ruivas e eu fico feliz com isso. Sou ruiva há quase cinco anos e não me vejo com outra cor”, declara a especialista.