Antônio Pereira é deficiente visual, mas não abandonou a arte de tocar teclado

Créditos: Valdeíres Ferreira

Por Valdeíres Ferreira

Antônio Pereira é deficiente visual, mas não deixou que isso fosse um obstáculo para desistir do seu sonho, que é tocar teclado. A história de vida de Antônio, mais conhecido pelo seu nome artístico Wilson dos teclados, de 55 anos, é emocionante.  Inicialmente, ele já participou de bandas tocando guitarra, mesmo enfrentando problemas visuais, mas posteriormente decidiu seguir uma carreira solo.

Além de tocar muito bem o teclado, Antônio também domina o violão. Ele era chamado para se apresentar e cantar em diversos locais, incluindo bares, peixarias, lanchonetes e outras festas. Hoje em dia teve que parar de fazer seus shows para focar na sua saúde. “Antes tocava o instrumento por dinheiro, mas atualmente é apenas um hobby. E também porque parei de sair pra cumprir agendas por motivos de saúde. Posso dizer que estou parado no momento”, afirma.

Antônio todo melancólico e sorridente conta que cumpria uma agenda que o levava a várias cidades, como Augustinópolis, Estreito e Araguaína, vivenciando a emoção de fazer o que ama.

Créditos: Valdeíres Ferreira

Na infância, Antônio, sofreu um acidente grave que resultou em sua deficiência visual. Superando todas as barreiras, ele ingressou no mundo da música aos 24 anos, impulsionado pelo desejo despertado quando um conhecido lhe apresentou o teclado. “Peguei umas aulas de teclado com um amigo na época. O violão e a guitarra eu aprendi a tocar sozinho mesmo. Porém, hoje em dia toco mais teclado”, relata.

Os métodos de aprendizado do Wilson dos teclados são singulares, baseados apenas na audição e no tato, sem a necessidade de partituras. Ele ouve repetidamente uma música, ensaia para captar a letra e reproduz o que aprendeu no teclado. “Gosto muito de tocar sertanejo, forró, essas músicas de destaque. Eu me inspiro nos músicos Frank Aguiar e no Amado Batista”, revela.

Antônio descreve a sensação como indescritível, ficando extremamente feliz por poder fazer o que gosta, evidenciando que ele é capaz de tocar como qualquer outro músico.

Seu notável esforço é admirável, sempre se desafiava a aprender novas músicas, mesmo as mais difíceis. Em meio às lutas, após restaurar sua saúde, Wilson dos teclados alega que pretende voltar à ativa com suas músicas, seu teclado e seu sonho.


Abaixo temos o vídeo do Wilson dos teclados cantando e tocando teclado meses atrás.

Vídeo: Valdeíres Ferreira

Leia também