Academias de Imperatriz optam por iluminação escura e clientes aprovam

Texto e imagens de Árion Barbosa e Flávia Regina

Malhar a meia luz. Parece estranho para você? Não para boa parte dos frequentadores de academias de musculação na cidade. Na busca de discrição e para conforto do público, academias de musculação em Imperatriz têm modificado a iluminação de seus locais de treino, procurando uma ambientação mais comedida e uma identidade mais consolidada através de LEDs escuros. O artifício é adotado pelas redes há no mínimo 3 anos.

Maria Suene Nunes Brasil, 36, aluna da rede Smart Fit, relata que, por ser mulher, a baixa claridade ajuda na realização de exercícios sem a sensação de ser observada. Ela conta que, dependendo da roupa, alguns movimentos podem gerar desconforto se feitos em público. A gerente do polo imperatrizense, Rafaela Cristina da Paz, 31, explica que o atual projeto de iluminação foi implementado justamente pela demanda do público feminino. “Elas estavam se sentindo expostas”. Segundo ela, foi essa insatisfação que provocou a mudança a nível nacional, em 2019. O artifício tem sido utilizado por outras academias de Imperatriz.

Em fevereiro de 2020, a rede Radical Fitness também decidiu aderir às luzes de LED azul, projeto semelhante ao adotado nas unidades da Smart Fit. A recepcionista do local, Jaine Medeiros Costa, 24, afirma que a decisão é principalmente estética, mas que também contribui para a diminuição do cansaço em quem está treinando.

A designer de interiores e projetista mobiliária Manuela Albuquerque Portela, 20, explica esse fenômeno: “Cada cor traz um tipo de sentimento. Como na academia as pessoas vão para pegar peso e isso gera um mini estresse, o azul entra para te acalmar indiretamente.”

“Eu gosto assim, é mais discreto”, diz Rafael Oliveira de Araújo, 33, cliente da academia Overal Gym. De acordo com o responsável técnico do estabelecimento, Wildenberg Santos Barros Carvalho, 35, as luzes de LED verde foram instaladas há três anos no local. Para ele, realçar as cores da academia na iluminação é uma maneira de fortalecer a identidade visual do ambiente.

Projeto da academia Radical Fitness alterna luzes brancas e azuis, mulheres são as que mais aprovam a iniciativa por se sentirem menos observadas

Embora amplamente usadas, as luzes escuras e coloridas não fazem parte do projeto padrão de uma academia, é o que afirma o arquiteto e urbanista Uelvis Carvalho Silva, 31. “A utilização de cores na iluminação é para fazer detalhes, não para iluminar o ambiente propriamente. Geralmente, utiliza-se a luz branca, que é a recomendada.” Ele explica que as cores podem desviar a atenção, e o branco possui o papel de deixar o cliente alerta e com o corpo ativo.

Rafaela conta que, apesar da pouca claridade ter surgido a partir da reivindicação dos alunos, e agradar os imperatrizenses, há uma insatisfação crescente com o modelo atual da Smart Fit no contexto sul-americano. As novas unidades da rede já estão sendo construídas em ambientes mais iluminados, para facilitar a fotografia do local, que agora é uma exigência dos usuários.

Leia Também