Chinelos, sandálias sem salto ou as famosas rasteirinhas, assim são conhecidos os calçados abertos com formato semelhantes aos pés e que tem ganhado destaque na vida de muitas mulheres. Produzidas com pedrarias, borracha, couro, tecido, palha e outros materiais, elas proporcionam leveza  e conforto, algo que tem favorecido o mercado desse tipo de calçado em Imperatriz.

Segundo o relatório anual da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), em 2017 cerca de 7 mil empresas brasileiras foram inseridas no mercado de calçados e esse ramo gerou emprego para mais de 300 mil pessoas no país. As rasteirinhas são encontradas com facilidade em lojas no Centro comercial de Imperatriz e por toda a cidade, variam de preços, mas  em média estão entre R$25 a R$35.

Para o Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), desde 2012 o mercado de chinelos tem impactado positivamente na economia e representam 50% do total de calçados produzidos no Brasil. Essa perspectiva se deu pelo aumento na produção desses calçados, com mais de 400 milhões de pares confeccionados.

Dos mais diversos modelos e tamanhos, as rasteiras são tendências na moda e estão presentes em todos os lugares como uma ótima opção para presente bom e barato.

Para a sócia e dona de uma loja de sandálias rasteiras, Juliana Seabra, o mercado nessa área é promissor, “em 5 anos de loja, o conforto e o bom preço favorecem o crescimento desses tipos de calçados, mesmo com a alta concorrência”, afirma a proprietária.

Algumas lojas destacam que o sucesso desse tipo de chinelo se dá pela qualidade, bem estar e preço acessível, algo que dá forma ao negócio, transmitindo um estilo de vida com liberdade sem se prender aos saltos.

A estudante  Kethlyn Lohanny, ressalta que usa rasteiras pelo conforto aos pés e comodidade na vida diária: “O que me motiva a usar rasteirinhas é a praticidade, conforto, baixo preço, frescor nos pés e por deixar o look mais despojado com toque de leveza”, afirmou a estudante.

Para a assistente comercial Nelmara Cardoso, o uso de rasteirinhas é bom  principalmente pelos benefícios que eles proporcionam, além de conforto, “os benefícios é que minhas pernas não se cansam muito, principalmente quando é necessário andar bastante ou ficar em pé por muito tempo. E faço uso delas em quase todas as ocasiões da minha vida”, disse a assistente.