Após  veto da Câmara de vereadores sobre o estacionamento rotativo pago, a zona azul, a prefeitura segue com alterações na proposta porém ainda sem previsão de data para nova votação.

O decreto que previa a cobrança nos estacionamentos em vias públicas no centro comercial de Imperatriz ocasionou insatisfação em grande parte da população. Os vereadores se reuniram com o objetivo de discutir a situação onde um documento foi criado ao final da assembleia que declara a interrupção da Lei sancionada pela atual gestão.

Em Imperatriz, no dia 22 de maio deste ano, o prefeito Assis Ramos decretou a cobrança de taxa para o uso do estacionamento rotativo, o decreto de nº017 que regulamenta a Lei Municipal n°1.703, instituindo o Sistema de Estacionamento Rotativo Pago em vias, áreas e logradouros públicos do Município de Imperatriz – MA, bem como de outras providências. Na ocasião o cidadão ao estacionar o veículo em áreas de Zona Azul é cobrado um valor calculado proporcionalmente ao número de horas de permanência nos estacionamentos das vias públicas, em regiões de grande circulação.

No calçadão, onde fica o maior centro comercial da cidade, as opiniões são diversas sobre o assunto.”para o trabalhador do centro isso é um absurdo, ter que pagar todos os dias pra estacionar e trabalhar, não é justo”, diz Alana Pinho , vendedora na A.M.X. Modas.

A ideia do decreto não proíbe o cidadão de estacionar seu veículo nas vias públicas, apenas passa a exigir certa quantia em dinheiro pelo tempo de uso, o que acaba de certa forma inibindo o cidadão de deixar seu veículo por tempo indeterminado ou por longo período de tempo nas vias urbanas.“o fato de não haver rotatividade entre os veículos causa uma grande chateação, pessoas que vêm ao centro apenas para uma compra , são impossibilitados ou encontram dificuldade na hora de estacionar”, disse Márcia Lima,  gerente em uma loja no centro.

Os valores a serem cobrados pelo estacionamento rotativo também já foram definidos. Carro será R$ 2 e moto R$ 1 a cada uma hora. Segundo Caio Aguiar,  proprietário de um estacionamento rotativo no Centro comenta que algumas pessoas de tão indignadas que estão com esse decreto preferem pagar mais caro por um estacionamento particular do que dar o dinheiro para a prefeitura.

O estacionamento rotativo, também conhecido como Área de Zona Azul, foi regulamentado no Brasil em 30/12/1974. Surgiram nas grandes cidades com o objetivo de tentar desobstruir os estacionamentos rotativos nas áreas de maior circulação de automóveis.